domingo, 1 de março de 2015

Extraordinário



Livro: Extraordinário
Autor(a): R.J. Palacio
Editora: Intrínseca
ISBN: 978-85-8057-566-8
Ano: 2014
Páginas: 318
Classificação: Ficção, Sick lit


Sinopse:

O livro conta a história de Auggie, um menino que nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial. Em um manifesto em favor da gentileza, ele enfrenta uma missão nada fácil quando começa a frequentar a escola pela primeira vez: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.

Minha opinião

Adorei os preceitos do professor Browne!

"Quando escolher entre estar certo e ser gentil, escolha ser gentil."
-Dr. Wayne W.Dyer

É impossível não gostar do Auggie, da mesma forma que é impossível deixar de se magoar, chatear e irritar com o tratamento que a maioria das pessoas dispensa à ele. Até conhecê-lo melhor.

Mesmo sabendo que, a anomalia com a qual nasceu, o faz diferente, ele faz o possível para levar uma vida 'normal'. E será uma tremenda experiência de vida o seu primeiro ano em uma escola, e, mesmo com medo, ele o enfrenta, com coragem e gentileza.

É uma senhora experiência, acompanhar os desafios aos quais Auggie é submetido, e nos vemos torcendo para que ele vença cada degrau, supere cada uma das situações e não se deixe abater. É claro que em alguns momento, até mesmo a pessoa mais forte do universo, sucumbiria, mas ainda assim, Auggie, após intervalos, segue em frente e não desiste.

A parte mais emocionante do livro, é a formatura, onde, depois de todas as dificuldades, Auggie tem o seu momento de glória, e enfim, sabe que foi aceito, apesar de tudo, por seus colegas de classe e demais alunos da Beecher Prep.. Eu chorei baldes no final!

E aqui, uma nota para Via, ou Olivia, a irmã de Auggie, que, mesmo tendo seus momentos de adolescente e tudo mais, é uma irmã e filha exemplar, que se esforça para superar suas dificuldades,e tem em mente que, as coisas podem ser difíceis para ela, mas para seu irmão, foram muito piores, e é grata por tudo e amorosa com seus pais e seu irmão. 

Summer e Jack, apesar de sua bola fora, também merecem ser lembrados, por que, apesar de tudo, eles procuraram além da aparência, superaram o preconceito inicial e encontraram em Auggie um amigo e companheiro.

Então, pode ser um livro do gênero sick lit, mas a autora soube escrever clara e tocante, e nos chamar a atenção para a forma como muitas vezes, tratamos pessoas com alguma anomalia ou deficiência. Só por que uma pessoa não é perfeita, não quer dizer que ela é menos humana. Assim como uma pessoa 'de aparência normal' ela também merece respeito e educação.

Auggie nos mostra que, mesmo sofrendo ofensas e maus tratos, diretos ou indiretos, não há a necessidade de revidar da mesma forma, e é com uma imensa gentileza e amor no coração, que ele conquista o respeito de todos a sua volta. Devo concordar com todas as opiniões favoráveis e recomendações que recebi, de ler este livro, e super recomendo a leitura. 

Gaste um tempinho com este livro lindo, por que ele só terá a acrescentar, e no final, você abrirá um espaço extra no seu coração para a gentileza com o próximo e com o mundo a sua volta.

Boa leitura!

"Para mim,porém, sou apenas eu. Um garoto comum.
Mas, se quiserem me dar uma medalha por ser eu mesmo, tudo bem. Aceito. Não destruí a Estrela da Morte nem nada parecido, mas consegui passar pelo quinto ano. E isso não é fácil, mesmo que você não seja eu." 
- August Pullman

Nenhum comentário:

Postar um comentário