sábado, 28 de fevereiro de 2015

Cobiça





Livro: Cobiça
Autora: Tara Moss
Gênero: Ficção / Literatura estrangeira
Editora: Fundamento
344 Páginas

Sinopse:

Ela é linda, modelo internacional, estudante de Psicologia Forense. E tem um passado que prefere deixar para trás. 

Um ano e meio se passou desde que Makedde Vanderwall foi a única entre nove mulheres a escapar de um serial killer na Austrália. Mas, ainda que a jovem queira esquecer o que houve, as recordações continuam a assombrá-la. Principalmente quando ela retorna àquele país para testemunhar no julgamento do "Assassino do Salto Alto". 

Após o veredito, Mak acredita que a justiça foi feita e que a história terminou para sempre. No entanto, algo impensável acontece: com a ajuda de um cúmplice de quem ninguém poderia suspeitar, o maníaco está de volta às ruas, disposto a tudo para não deixar que a bela modelo lhe escape mais uma vez. 

Aterrorizada, Makedde ignora o conselho de seu ex-namorado, o detetive Andy Flynn, e deixa a Austrália. Ela só não conta com o assédio da mídia, que compromete a segurança dela e acaba revelando seu paradeiro ao criminoso. 

Onde se esconder? Em quem confiar? Será esse o momento para o ajuste de contas entre Makedde e o homem que transformou a vida dela em um pesadelo cruel? Ou finalmente o assassino vai fazer sua décima - e mais desejada - vítima? 

Descubra Cobiça, uma trama surpreendente, sexy e cheia de ação, que vai tirar o seu fôlego.


Minha opinião:

Esta série é muito boa!

Enquanto acompanhamos a vida profissional de Mak, ao mesmo tempo, também sentimos com ela, todo o suspense de sentir se perseguida, sendo um alvo de um serial killer.

Neste livro, acompanhamos o julgamento do SK que a atacou no primeiro livro da série, Fetiche, e ela precisa voltar à Austrália, pois ela é a única sobrevivente e testemunha chave no julgamento.

Ao mesmo tempo em que acompanhamos Mak, em seus medos e preocupações, de reviver e estar de volta ao lugar onde quase foi morta, além de rever  seu ex-namorado, também acompanhamos os pensamentos medonhos e os preparativos do SK, que não desistiu de fazer a sua 10 e mais esperada vítima, Mak. 

O suspense e a expectativa que se forma em torno da trama são viciantes, de forma que é impossível deixar o livro muito tempo fechado, por que queremos chegar logo ao desfecho, para saber quem sobreviverá no final.

Com uma narrativa empolgante e envolvente, bem como a sinopse já diz, o a trama é [nas mesmas palavras!] surpreendente, sexy e cheia de ação, vale a leitura, para quem é fá do gênero.


Boa leitura!

Você se pega acompanhando a belíssima Mak em suas investi

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Abigail


Livro: Abigail
Os O' Hurley - livro 1
Autora: Nora Roberts
Gênero: Romance
Editora: Harlequin Books
308 Páginas

Sinopse:

Antes de conhecer pessoalmente Abigail O'Hurley Rockwell, viúva do campeão de fórmula 1 Chuck Rockwell, Dylan Crosby estava certo de que ela não passava de mais uma golpista coberta de jóias e roupas de grife.

Ao passar uma temporada na fazenda de Abby para escrever a biografia definitiva de Chuck, Dylan reforça sua crença de que ela sempre fingiu ser uma mulher simples e a mãe dedicada de dois meninos, Ben e Chris, que mal conheceram o pai.
Mas por que dissimular todo o tempo? Afinal, o que haveria a esconder? E o pior de tudo: por que Dylan acreditava cada vez mais em tais mentiras?


Minha opinião:

 Abby já sofreu horrores, e não precisa de ninguém colocando mais sal na ferida, que foi o seu casamento com Chuck. E precisa muito que a biografia dele seja publicada, para que com isto, ela possa dar uma vida mais digna aos seus filhos, coisas que seu falecido marido não preocupou em prever.


Dylan por sua vez, já chega à fazenda saturado de preconceitos e idéias impostas pelo mundo do glamour que ele pressupões que Abby faz parte.

No meio disto tudo, uma nova realidade se apresenta, e que leva ambos a reverem suas posturas, e a embarcarem em um romance, que só lhes fará bem.

Junte com tudo isso, uma introdução, com a apresentação da família O'Hurley, e mais alguns momento divertidos com esta trupe, e aí está mais uma saga de Nora Roberts, impossível de deixar de lado.

Boa leitura!

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

A menina que semeava



Livro: A menina que semeava
Autor(a): Lou Aronica
Editora: Novo Conceito
ISBN: 978-85-8163-240-7
Ano: 2013
Páginas: 416
Classificação: Ficção, Sick Lit


Sinopse:

Chris Astor é um homem de seus quarenta e poucos anos que está passando pelo mais difícil trecho de sua vida. Ele tem uma filha, Becky, de 14 anos, que já passou imensas dificuldades até chegar a se tornar uma moça vibrante e alegre, mas que parece que terá que enfrentar mais um grande problema em sua vida.
Quando Becky era pequena e teve câncer, Chris e ela inventaram um conto de fadas, uma fantasia infantil que adquiriu vida e tornou-se um terrível, provavelmente fatal, problema.
Agora, Chris, Becky e Miea (a jovem rainha da fantasia criada por pai e filha) terão que desvendar um segredo: o segredo de por que seus mundos de fantasia e realidade se juntaram neste momento. O segredo para o propósito disso tudo. O segredo para o futuro. É um segredo que, se descoberto, irá redefinir a mente de todos eles.A menina que semeava é um romance de esforço e esperança, invenção e redescoberta. Ele pode muito bem levá-lo a algum lugar que você nunca imaginou que existisse.
Uma fantasia que trabalha assuntos densos como a separação dos pais, oncologia infantil, separação de filha e pai, adolescência. A menina que semeava não é um livro sobre adolescentes comuns. É sobre uma que se deparou prematuramente com a ameaça do fim e teve de tentar aprender a lidar com ele.



Minha opinião

Ler sobre doença, de qualquer tipo, definitivamente, não é um passeio pelo mundo da fantasia.
Mas foi exatamente este o caminho que Chris, pai de Becky, encontrou para afastar a dor e feiura do câncer, da infância de sua filha, de forma que ela conseguisse suportar de forma melhor tudo o que uma doença tão agressiva causa.

Becky foi diagnosticada com leucemia ao 5 anos de idade, e estava em remissão. ao 10, seus pais de divorciaram, e agora aos 14, ela ainda tenta aceitar isto e conviver bem com os dois, quando despontam sinais de que algo não vai bem com ela.

E, em meio a uma crise de relacionamento com seu pai, ela  de alguma forma, consegue ter contato com o mundo de fantasia, que eles criaram em sua infância, e isto ao poucos, resgata e renova o amor e a relação dela com seu pai, e a ajuda a enfrentar batalha do retorno de seu câncer.

Não é uma narrativa leve, muito pelo contrário, é difícil ver uma criança passando por este tipo de situação, e existem mais fatores que poderiam tornar o livro pesado e difícil de ler, mas mesmo com um cenário denso, o autor consegue manter nossa atenção no livro, e torcer para que tanto Becky, quanto Tamarisk tenham um futuro mais promissor.

Enfim, eu não indicaria como um livro para distrair, mas digo que vale a pena passar um tempo com este livro.

Boa leitura!

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Assassinato no beco



Livro: Assassinato no beco
Autor(a): Agatha Christie
Editora: L&PM Pcket
ISBN: 978-85-254-2568-3
Ano: 2012
Páginas: 265
Classificação: Ficção policial


Sinopse:

Assassinato no Beco - "Uma noite ideal para um assassinato."
Afinal, pergunta o inspetor Japp, quem poderia ouvir o som de um tiro em meio aos fogos de artifício que estouravam nas escuras ruas de Londres? Horas depois, uma jovem viúva aparece morta, um mistério que caberá ao lendário Hercule Poirot desvendar em "Assassinato no Beco", história que dá nome à coletânea. Nos contos aqui reunidos, o detetive belga terá ainda de usar seus neurônios para encontrar os planos secretos de um submarino em "O roubo inacreditável", vingar um cliente em "O espelho do homem morto" e tentar impedir o perigo que ronda um jovem casal em "O triângulo de Rodes". Quatro histórias envolventes, para serem lidas de um só fôlego.


Minha opinião

Agatha Christie é uma de minhas autoras preferidas também, por que ela consegue ser impecável nos seus mistérios. E o detetive Poirot, é uma figura ... acho fantástica a forma como ele resolve os casos, e claro que, eu nunca consigo descobrir antes do final, que foi o assassino!

Este livro é uma coletânea de 4 contos [Assassinato no beco,  O roubo inacreditável, O espelho do morto, Triângulo de Rhodes], que são rápidos de ler, ótimo para aquela sala de espera, por que você nem vai perceber o tempo passar, de tão envolvente que os contos são.

Aproveite para ter esta coletânea, como uma boa opção de distração, ou um livro extra, para qualquer momento.

Boa leitura!!

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Laços de família


Livro: Laços de família
Autor(a): Clarice Lispector
Editora: Rocco
ISBN: 978-85-3250-813-3
Ano: 1998
Páginas: 136
Classificação: Clássicos da literatura brasileira

Sinopse:

Laços de Família, publicado pela primeira vez em 1960, é um tesouro da ourivesaria literária. São treze contos, hoje tidos como clássicos. Entre eles, os festejadíssimos "Amor", "O crime do professor de Matemática", "O búfalo" e "Feliz aniversário", adaptado para a televisão por Ziembinsky. 
Neles os personagens são sempre surpreendidos por uma modalidade perturbadora do insólito, no meio da banalidade de seus cotidianos. 
Clarice cria situações onde uma revelação, que desconstrói e ameaça a realidade, desvela a existência e aponta para uma apreensão filosófica da vida. 
Em Laços de família, Clarice aprofunda sua técnica narrativa em uma abordagem quase fenomenológica. Trata da solidão, a morte, a incomunicabilidade e os abismos da existência através da rotina de dona-de-casa, do mergulho trágico em uma festa familiar nos 89 anos da matriarca, da domesticação da natureza mais selvagem das mulheres, ou dos pequenos crimes cometidos contra a consciência, contra o drama do professor de Matemática diante do abandono e da sacerdotisa da nossa literatura.


Minha opinião:

Não posso dizer muito sobre este livro, a não ser que não foi uma leitura fácil.
Em alguns contos a linguagem é rebuscada e não muito fácil de se compreender, demanda algum esforço.

Em outros momentos, eu me sentia como se houvesse pego o livro de alguém, ou como se faltasse uma parte do livro, de tão perdida que me sentia, com a falta de explicação ou a falta de sentido do conto.

Concordo com a sinopse do livro em relação ao drama ... algumas situações narradas, são realmente dramáticas demais ... e outras, difíceis de compreender. 

Talvez eu não tenha começado com o livro certo desta autora, mas vou continuar tentando, afinal, ela é um expoente de nossa literatura nacional! Então, me acompanhem e não desistam!

Boa leitura!

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Para Sir Phillip, com amor


Livro: Para Sir Phillip, com amor
Série Os Bridgertons #05
Autor(a): Julia Quinn
Editora: Arqueiro
ISBN: 978-85-8041-362-5
Ano: 2015
Páginas: 288
Classificação: Romance de época


Sinopse:


Eloise Bridgerton é uma jovem simpática e extrovertida, cuja forma preferida de comunicação sempre foram as cartas, nas quais sua personalidade se torna ainda mais cativante. 
Quando uma prima distante morre, ela decide escrever para o viúvo e oferecer as condolências. Ao ser surpreendido por um gesto tão amável vindo de uma desconhecida, Sir Phillip resolve retribuir a atenção e responder. 
Assim, os dois começam uma instigante troca de correspondências. 
Ele logo descobre que Eloise, além de uma solteirona que nunca encontrou o par perfeito, é uma confidente de rara inteligência. 
E ela fica sabendo que Sir Phillip é um cavalheiro honrado que quer encontrar uma esposa para ajudá-lo na criação de seus dois filhos órfãos. 
Após alguns meses, uma das cartas traz uma proposta peculiar: o que Eloise acharia de passar uma temporada com Sir Phillip para os dois se conhecerem melhor e, caso se deem bem, pensarem em se casar? 
Ela aceita o convite, mas em pouco tempo eles se dão conta de que, ao vivo, não são bem como imaginaram. 
Ela é voluntariosa e não para de falar, e ele é temperamental e rude, com um comportamento bem diferente dos homens da alta sociedade londrina. Apesar disso, nos raros momentos em que Eloise fecha a boca, Phillip só pensa em beijá-la. E cada vez que ele sorri, o resto do mundo desaparece e ela só quer se jogar em seus braços. Agora os dois precisam descobrir se, mesmo com todas as suas imperfeições, foram feitos um para o outro.


Minha opinião:


Puxa vida, eu esperava mais do livro da Eloise ...



Não que não seja divertido, tem seus momentos sim, mas, em comparação aos anteriores, este tem um tom bem mais sério, e a evolução do romance entre Eloise e Sir Phillip é mais lenta, mais travada.




E logo a Eloise, tão desenvolta e sempre a par de tudo ... 

Mas é compreensível, por que em um momento de reflexão, ela admite ter sido impulsiva, fato este desencadeado pelo romance entre Colin e Penélope, sua companheira de solteirice.



Enfim, de toda a série, achei este livro mais sério, mas nem por isto, deixa de ter bons momentos e o final dele é lindo e com tudo que Eloise merece.




Para quem acompanha a série, não deixe de ler! Afinal, as brigas entre Eloise e Sir Phillip, e as sabotagens iniciais das crianças, valem boas risadas!!




Boa leitura!

domingo, 22 de fevereiro de 2015

Os Segredos de Colin Bridgerton


Livro: Os segredos de Colin Bridgerton
Série Os Bridgertons #04
Autor(a): Julia Quinn
Editora: Arqueiro
ISBN: 978-85-8041-307-6
Ano: 2014
Páginas: 336
Classificação: Romance de época

Sinopse:


Durante toda a vida, Penelope Featherington foi uma presença quase invisível a que todos conhecem, mas ninguém põe atenção. Foi a todos os bailes da aristocracia de Londres, cada vez mais acostumada ao papel de moça calada, a quem ninguém tira para dançar a não ser pela insistência de alguma piedosa dama. Em seus vinte e oito anos, resignara-se a ser uma solteirona destinada a passar os dias cuidando de sua mãe. Mas de repente, um bom dia, começa a descobrir a força que pulsa em seu interior. Uma força que surpreende a todos, especialmente a Colin Bridgerton, o solteiro mais cobiçado da cidade, que durante toda sua vida considerou Penelope como uma irmã pequena. Mas como sempre acontece, quando se desata uma força longo tempo adormecida as conseqüências podem ser imprevisíveis.


Minha opinião:

Até agora esta série tem sido ótima, e divertidíssima!

E este livro não perde em nada aos anteriores ... Já no prólogo, Penélope Featherington narra como apaixonou-se por Colin Bridgerton, e a forma como ela destaca que a paixonite é unilateral é tão divertida, que já ali, fica difícil de deixar de lado o livro.

Outra passagem que ri muito, mas muito mesmo, foi quando Penelope está saindo da casa #5, e os três irmãos Bridgertons mais velhos, Anthony, Ben e Colin estão conversando, e Colin se expressa com as mais convictas palavras dizendo que não se casaria, muito menos com Penelope, e justamente, neste momento, eles percebem que ela está diante deles ... Ela foi perfeita em suas respostas!

Outra coisa anormal, é o apetite do Colin ... olha que a Magali pode perder a competição para ele no quesito apetite!!! Não deixem nenhuma guloseima dando sopa perto dele ... 

Só posso dizer que de todos, este foi o livro da série em que mais me diverti, e achei o final  surpreendente! É só o que vou falar ... por que, se a curiosidade bateu, vai lá ler o livro,  que  vai ser uma garantia de diversão pra valer e com certeza você vai se apaixonar por este casal também!!

Boa leitura!!

sábado, 21 de fevereiro de 2015

Os filhos de Húrin



Livro: Os filhos de Húrin
Autor(a): J.R.R. Tolkien
Editora: Martins Fontes
ISBN: 978-85-7827-198-5
Ano: 2009
Páginas: 338 páginas
Classificação: Ficção, Fantasia, Literatura inglesa


Sinopse:

Muito antes da era de O Senhor dos Anéis, Morgoth, o primeiro Senhor do Escuro, lança uma terrível maldição contra toda a família de Húrin, o homem que tinha ousado desafiá-lo frente a frente. Assim, os destinos de Túrin e de sua irmã Niënor serão tragicamente entrelaçados. 

A vida breve e apaixonada dos dois irmãos é dominada pelo ódio de Morgoth, que envia seu mais temível servo, Glaurung, poderoso espírito na forma de um enorme dragão de fogo sem asas, numa tentativa de cumprir sua maldição e destruir os filhos de Húrin.

Minha opinião

Nem todos os livros de Tolkien são fáceis de acompanhar, e mesmo a saga d'O Senhor dos anéis' exige um grande esforço de atenção, se você quiser memorizar toda a genealogia apresentada ali. E, neste livro, compilado pelo filho de J.R.R. Tolkien, seguimos o mesmo rumo.

Acompanhamos um conto histórico sobre a terra média, que se passam milhares de anos antes dos Hobbits, com Bilbo, Frodo & cia., chegarem ali.

E este livro se trata especificamente, sobre a saga de vida dos dois filhos de Húrin: Túrin e Niënor.

Húrin, senhor de Dor-lómin, foi amaldiçoado, após a batalha das Lágrimas sem conta, e com ele toda sua família também carrega esta maldição, que se mostra no decorrer da narrativa, e podemos perceber o quão maldoso e odioso Morgoth é, com seus inimigos declarados.

Uma narrativa de fundo triste, e sombria, pois toda e qualquer alegria ou atitude boa, sempre será toldada por outra atitudes vil e vingativa. E tudo isto culmina com fim triste tanto para Túrin, quanto para Niënor.

É claro, existe muito mais por trás destes contos, que muito tem a ver, com a personalidade e momentos do autor, mas esta não é a minha finalidade demonstrar aqui. Quer ler uma ótima resenha sobre este livro e sobre uma análise mais acurada sobre a escrita e o autor, leiam  AQUI, vale a pena dispender um tempo nesta ótima resenha.

Enfim, não é um livro fácil, mas para quem curte a terra média, e gosta de J.R.R.Tolkien, é um livro que vale a leitura, pois dá uma outra perspectiva sobre a Terra Média, e tudo que aconteceu por lá.

Boa leitura!!

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Casamento Hattaway


Livro: Casamento Hathaway
Autora: Lisa Kleypass
Gênero: Romance 
Editora: Arqueiro
52 Páginas
[e-book]

Sinopse:

Se ficou com vontade de conhecer os pormenores do casamento entre o Kev e Win Está é a sua historia! Descobre o que são capazes os Hathaway para concretizar seu amor nesta curta mas preciosa história da Lisa Kleypas.
Sejam todas bem-vindas a estas especiais bodas ao estilo particular da família Hathaway.

Minha opinião:

Impossível perder mais alguns momentos de diversão com esta família pra lá de divertida.
Este é um spin-off da série da Familia Hattaway, lançada apenas em e-book, e que nos leva para os momentos divertidos do casamento de Win e Kev, além de já dar um gancho para o último livro da série, sobre Beatrix.

É um conto, bem curtinho [para quem queria muito mais tempo com a família...] mas sem perder a linha de toda a série.

Aqui vemos a preocupação de Kev, em várias situações que para um casamento cigano seriam maus presságios, mas que nesta família, só nos fazem rir muito e torcer mais e mais pela felicidade de todos!

Para quem gosta da família Hattaway, vale mais alguns momentinhos de diversão e boas risadas com o casamento mais inusitado de todos!!

Boa leitura!!

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Paixão ao entardecer

Livro: Paixão ao entardecer
Autor(a): Lisa Kleypass
Editora: Arqueiro
ISBN: 978-85-8041-355-7
Ano: 2015
Páginas: 272
Classificação: Romance


Sinopse:

Mesmo sendo uma família nada tradicional, quase todos os irmãos Hathaways se casaram, até mesmo Leo, que era o mais avesso a essa ideia. Mas para a caçula Beatrix, parece não haver mais esperança. 
Dona de um espírito livre, apaixonada por animais e pela natureza, Beatrix se sente muito mais à vontade ao ar livre do que em salões de baile. E, embora já tenha frequentado as temporadas londrinas e até feito algum sucesso entre os rapazes, nunca foi seriamente cortejada, tampouco se encantou por nenhum deles. 
Mas tudo isso pode mudar quando ela se oferece para ajudar uma amiga. 
A superficial Prudence recebe uma carta de seu pretendente, o capitão Christopher Phelan, que está na frente de batalha. Mas parece que a guerra teve um forte efeito sobre ele, e seu espírito, antes muito vivaz, se tornou bastante denso e sombrio. 
Prudence não tem a menor intenção de responder, mas Beatrix acha que ele merece uma palavra de apoio – mesmo depois de tê-la chamado de estranha e dito que a jovem é mais adequada aos estábulos do que aos salões. Então começa a escrever para ele e assina com o nome da amiga. Beatrix só não imaginava o poder que as palavras trocadas teriam sobre eles. 
De volta como um aclamado herói de guerra, Phelan está determinado a se casar com a mulher que ama. Mas antes disso vai ter que descobrir quem ela é. 


Minha opinião:

De todos os irmãos Hattaway, sempre achei que Beatrix seria a que casaria mais rápido, justamente por ser a caçula, por sua juventude, alegria e vivacidade.

Mas justamente a sua vivacidade e amor pelos bichos, quaisquer que fossem, que levaram os jovens a se afastar dela ... que dó, ela não merecia isto!

Enfim, justamente por ser uma pessoa tão querida, e uma boa amiga, que ela acaba se complicando, ao querer ajudar sua 'suposta amiga' Prudence ... que no final não se mostra nem um pouco amiga,  e sim uma pessoa horrorosa e interesseira.

A forma como as correspondências evoluem, é muito romântica, e, eu me vi torcendo para que em seu retorno, o capitão deixasse de lado a sua ilusão de relacionamento com Prudence e passasse a ver Bea com outros olhos e não a menosprezasse, como havia feito anteriormente, o que não acontece, mas, de forma pouco convencional, ele se vê no meio do dia-a-dia de Bea e dos Hattaways, que é sempre agitado e divertido, além de ela sempre conseguir colocar a família em polvorosa quando resolve resgatar algum bichinho machucado ou perdido, o que o leva a perceber, pouco a pouco, o quanto ela é atenciosa e gentil com as outras pessoas, e linda em toda sua excentricidade, que e a marca registrada da família Hattaway.

Assim como toda a família, enfim Bea tem o seu final feliz, e podemos ainda acompanhar um pouquinho de cada irmão, para amenizar a saudade que fica com o final desta ótima serie sobre a família Hattaway.

Para quem gostou dos livros anteriores, este não deixa nada a desejar e fecha a série com chave de ouro ... eu só gostaria que a autora escrevesse mais spinn-offs sobre a família, para amenizar a crise de abstinência que deixa sempre aquele gostinho de quero mais!

Super recomento, toda esta série!

Boa leitura!

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Cidade do fogo celestial


Livro: Cidade do fogo celestial
Série Os instrumentos mortais - volume 6
Autora: Cassandra Clare
Gênero: Ficção 
Editora: Galera Record
532 Páginas

Sinopse:

ERCHOMAI, Sebastian disse. Estou chegando.

Escuridão retorna ao mundo dos Caçadores de Sombras. Enquanto seu povo se estilhaça, Clary, Jace, Simon e seus amigos devem se unir para lutar com o pior Nephilim que eles já encararam: o próprio irmão de Clary. Ninguém no mundo pode detê-lo — deve a jornada deles para outro mundo ser a resposta? Vidas serão perdidas, amor será sacrificado, e o mundo mudará no sexto e último capítulo da saga Os Instrumentos Mortais.



Minha opinião

OK. As coisas nunca estão ruins o suficiente, que não possam piorar, não é mesmo?
Eu já estava achando o Sebastian medonhamente assustador no livro anterior, neste então, ele extrapola qualquer classificação!! Nada segura a sua sede de vingança e de querer dominar o mundo como é conhecido. 

Então, enquanto Sebastian e seus Crepusculares se ocupam em destruir a Clave e os Caçadores de Sombras, do outro lado, Clary & Cia vai atrás da salvação.

Grandes perdas em vários grupos do submundo, novas alianças que se formam, muitas revelações, algumas injustiças, mas não podemos ter o final perfeito para um mundo que não é perfeito ... e claro, enfim o amor dá seu toque final ao livro, com o tão esperado casamento de Jocelyn e Luke, e os vários casais da trama enfim podem ter seus momentos de felicidade. Não que ainda no final não nos sejam reservadas algumas surpresas, mas mesmo acontecendo o esperado, a forma como se encerra é surpreendente. E claro, que ainda fica aquele 'gancho' para dar mais uma espremida para sair alguma coisa mais ... vai saber!

Como disse na última resenha desta série, já estava cansada deles, chega um ponto que parece que não vai mais. Empaquei por um tempo no livro, mas forcei um pouco e acabou que perto do final a leitura engrenou novamente, e consegui enfim terminar a leitura.

A favor de Cassandra Clare, posso dizer que ela manteve a linha, não viajou e nem se perdeu nas narrativas. Toda a série é bem agitada, cheia de suspense e muita ação. Claro, temos momentos tristes, e momentos de alegria e romance, enfim, tem de tudo um pouco, e, agora que toda a série está aí, vale sentar e ler tudo de uma vez, sem precisar esperar pela ansiedade da espera de alguma sequencia.

Para quem gosta do gênero, indico esta série.


Boa leitura!

domingo, 15 de fevereiro de 2015

Cidade das almas perdidas



Livro: Cidade das almas perdidas
Série Os instrumentos mortais - volume 5
Autora: Cassandra Clare
Gênero: Ficção 
Editora: Galera Record
462 Páginas


Sinopse:

Quando Jace e Clary voltam a se encontrar, Clary fica horrorizada ao descobrir que a magia do demônio Lilith ligou Jace ao perverso Sebastian, e que Jace tornou-se um servo do mal. A Clave decide destruir Sebastian, mas não há nenhuma maneira de matar um sem destruir o outro. Mas Clary e seus amigos irão tentar mesmo assim. Ela está disposta a fazer qualquer coisa para salvar Jace, mas ela pode ainda confiar nele? Ou ele está realmente perdido?


Minha opinião

Sebastian é medonho, alguma dúvida disto?
E, em alguns momentos, dá vontade de bater na Clary !

Jace estar amarrado por magia a Sebastian, e não estar ciente das suas ações´, é mais uma complicação ...
Enquanto todos saem em busca de uma forma de quebrar esta ligação, sem matar Jace, Clary acaba aceitando ser 'sequestrada' por Jace, para companhar e poder entender o que seu irmão, Sebastian, está fazendo, pois tudo está muito estranho.
Que Sebastian é mal, todos já perceberam, mas ainda não entenderam aonde ele quer chegar, ou o que ele quer fazer. De um lado a Clave, não aceitando o fato de que o mal está se preparando para atacar, de outro, Clary e amigos, tentando salvar Jace, e alertar aos caçadores que uma guerra está por vir.
Neste livro tudo é mais denso, a narrativa é mais pesada, muita tensão e expectativa.
A autora mantem o ritmo, mas depois de 5 livros, ainda ter mais um para saber se o desfecho será satisfatório, é cansativo .... acho que já está ficando chato. É tanta reviravolta que estou me perdendo e a paciência vai junto.

Mas enfim, só tem mais um. Eu espero.

Boa leitura!

sábado, 14 de fevereiro de 2015

Cidade dos anjos caídos


Livro: Cidade dos anjos caídos
Série Os instrumentos mortais - volume 4
Autora: Cassandra Clare
Gênero: Ficção 
Editora: Galera Record
462 Páginas


Sinopse:

A guerra acabou e Caçadores de Sombras e integrantes do submundo parecem estar em paz. Clary está de volta a Nova York, treinando para usar seus poderes. Tudo parece bem, mas alguém está assassinando Caçadores e reacendendo as tensões entre os dois grupos, o que pode gerar uma segunda guerra sangrenta. Quando Jace começa a se afastar sem nenhuma explicação, Clary começa a desvendar um mistério que se tornará seu pior pesadelo.


Minha opinião

Nossa, quando se acha que não há mais nada que possa inverter a trama, Cassandra Clare prova que tudo é possível.

Aqui o destaque é Simon, que depois de ser transformado em Vampiro, e poder andar livremente à luz do dia, agora tem uma marca de proteção, que o apavora, mas o mantém protegido de todos aqueles que querem lhe fazer mal. Mas se isto não bastasse, ele ainda se arrisca mais um pouco, mantendo dois relacionamentos paralelos ... ele é corajoso!!  ;)

Clary e Jace estão livres do pesadelo de serem irmãos, mas nem por isto seu relacionamento vai bem. Ambos estão focados no treinamento de Clary, para que esteja preparada para o que for necessário, mas ao mesmo tempo, a relação deles está tumultuada e Jace está tendo problemas com seus pesadelos, que envolvem sempre o fato deles acabarem com Clary morta. 

Novos personagens são introduzidos no cenário, muito agito e ação, e um final surpreendente. A autora novamente conseguiu manter o ritmo da trama e fazer com que mantenhamos a atenção no livro da primeira à última página. Quem gostou dos primeiros livros, não se decepciona com esta sequência.

Boa leitura!!

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Deusa da Primavera


Livro: Deusa da Primavera
Série Godess #2
Autora: P.C.Cast
Gênero: Romance / Literatura estrangeira
Editora: Novo Século
424 Páginas

Sinopse:


A padaria de Lina em Tulsa não está dando lucro – e ela precisa de um plano para salvar o negócio. Ao se deparar com um livro de receitas de uma deusa italiana, Lina acredita ter encontrado a resposta de que necessita – mesmo que isso signifique convocar uma deusa antiga... Em pouco tempo, Lina encontra-se face a face com a deusa Deméter, que propõe a ela trocar de lugar com Perséfone, a Deusa da Primavera, a qual irá dar vida nova à padaria. Por sua vez, Lina, incorporando a adorável Perséfone, deverá conduzir Primavera a um mundo de espíritos. Mas quando o atraente e soturno Hades desperta uma chama em seu coração, Lina não sabe se o sombrio Senhor do submundo é seu pior pesadelo – ou o homem dos seus sonhos.


Minha opinião:

Já faz um tempo que li este livro, mas, simplesmente amei ele!

Eu pensei que seria como uma sequência do primeiro, mas não tem nada disto, todos os livros desta série são independentes. Mas nem por isto deixei de gostar dele, que, assim como o primeiro livro, tem uma narrativa marcante e envolvente, que não me deixou largar dele por um instante sequer!

O marcante desta série, é a releitura de mitos gregos que a autora incorpora, e que dão um charme especial às narrativas.

Lina precisa muito que seu negócio alavanque e dê certo, mas está encontrando dificuldades, e resolve apelar ... e convocar uma deusa para pedir ajuda. E é Deméter quem vem em seu socorro. 
Seguindo o roteiro, a troca é feita entre Lina, que quer ajuda para prosperar e Perséfone, que precisa crescer e amadurecer.

Do outro lado, está Hades, o deus do submundo ... que tem seu lado fechado e mandão, mas para esconder o quanto é sensível, e sofre para manter tudo nos eixos ... sem contar que ele é quente, muito quente!  ;)    Então, claro que me apaixonei por Hades, como não?!?

O que deveria ser uma simples passagem rápida de Lina pelo submundo, para cumprir a sua parte na troca, acaba se tornando uma paixão com tudo para não dar certo ... O que será deste amor??

Uma delícia de romance, com tudo na medida para quem gosta do estilo!

Boa leitura!!

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Quatro


Livro: Quatro
Autor(a): Veronica Roth
Editora: Rocco
ISBN: 978-85-7980-221-8
Ano: 2014
Páginas: 272
Classificação: Ficção, Distopia


Sinopse:

Reunindo quatro histórias da série Divergente contadas da perspectiva do personagem Tobias, e três cenas exclusivas, Quatro Histórias da série Divergente oferece aos fãs da saga criada por Veronica Roth a chance de conhecer melhor a personalidade de um personagem fascinante e complexo e a chance de mergulhar mais fundo na sociedade dividida em facções criada pela autora. Com mais de 21 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo, a série Divergente chegou aos cinemas com Shailene Woodley e Theo James nos papéis principais.


Minha opinião

Para quem é fã da série Divergente, é ótimo ter mais este gostinho  ... o problema, é que daí bate aquela mega saudade, e o livro aumenta ainda mais a vontade do 'quero mais' !

Enfim ... é ótimo conhecer um pouco mais sobre Quatro/Tobias, como ele era e como se transformou, o que o levou para Audácia, além de entender o seu ponto de vista sobre algumas coisas, e o que ele queria.

E é uma graça perceber o ponto de vista dele, quando conhece Tris, por que já sabemos o desenrolar da estória deles, mas agora, temos a oportunidade de ver o lado dele.

Mas o livro é curto demais!!!  Então, para quem quer curtir uma sindromezinha de abstinência quando o livro acabar, senta lá e sofre comigo!

Boa leitura!!

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Manhã de núpcias


Livro: Manhã de núpcias
Autora: Lisa Kleypass
Gênero: Romance 
Editora: Arqueiro
272 Páginas

Sinopse:

Quando herdou o título de lorde Ramsay, Leo Hathaway e sua família passavam por um dos momentos mais difíceis de sua vida. Mas agora as coisas vão bem. Três de suas quatro irmãs já estão casadas, uma preocupação que Leo nunca teve consigo mesmo. Solteiro inveterado, ele tem uma certeza na vida: nunca se casará.

Mas então a família recebe uma carta que pode pôr tudo isso em risco: se Leo não arrumar uma esposa e gerar um herdeiro dentro de um ano, ele perderá o título e a propriedade onde todos vivem.

Solteira e sem pretendentes, a governanta Catherine Marks talvez seja a única salvação da família que a acolheu com tanto carinho. O único problema é que Leo não compartilha do mesmo afeto que suas irmãs têm pela moça.

Para ele, Catherine é uma megerazinha cheia de opinião que fala demais. Apesar de irritá-lo e quase o levar à loucura, ela é a primeira – e única – mulher com quem ele considera se casar.

Catherine, por sua vez, tem uma opinião igualmente negativa a respeito do patrão. Além disso, ela esconde alguns segredos do passado e um deles pode destruir a vida que tão cuidadosamente construiu para si.

Agora Leo e Catherine precisam um do outro, mas para vencer as dificuldades e consertar as coisas eles terão que superar as turras e as diferenças, num romance intenso e sensual que só Lisa Kleypas poderia ter escrito.



Minha opinião:

A autora não perdeu a linha, e mais uma vez, estamos nos divertindo, com mais um capítulo sobre a família Hattaway!

E agora, é a vez de Léo ... mesmo que ele esperneie, xingue e se esconda de todas as formas ... as irmãs não lhe darão trégua, tampouco, a recém descoberta atração de Léo pela governanta.

Após a perda de seu amor juvenil,  Léo reluta em se casar, de todas as maneiras, mas, além de precisar urgentemente de um herdeiro, para não perder seu título, aos poucos, uma não muito bem vinda atração pela nova governanta da casa, o faz repensar sua atitude, e, por maior que seja sua relutância no assunto, Léo passa a procurar motivos para provocar Catherine, e estar mais tempo ao seu lado.

A seu favor, ele pode contar com um furão muito malandro, que insiste em roubar as coisas de Catherine, e escondê-las, levando todos a loucura!

O livro é ótimo, e a exemplo dos anteriores, não perde em nada para estes, com boas doses de diversão risadas e romance!

Super indico mais este livro desta série!!

Boa leitura!!

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

O destino do tigre



Livro: O destino do tigre 
A Saga do Tigre - Livro 4
Autor(a): Colleen Houck
Editora: Arqueiro
ISBN: 978-85-8041-138-6
Ano: 2013
Páginas: 400
Classificação: Ficção, Fantasia


Sinopse:

Com três profecias da deusa Durga solucionadas, agora resta apenas uma no caminho de Kelsey, Ren e Kishan para que a maldição seja quebrada. Mas o maior desafio do trio os aguarda: A busca pelo último presente de Durga – A corda de fogo – na Ilha Barren situadas na Baía de Bengala. Uma busca que ameaçará suas vidas. É uma corrida contra o tempo e o malvado feiticeiro Lokesh – neste ansiosamente aguardado quarto livro da série A Maldição do Tigre – colocará o bem contra o mal, testará laços de amor e lealdade, e , finalmente, revelará o verdadeiro destino do Tigre, de uma vez por todas.


Minha opinião

Não menos envolvente que os anteriores, Colleen Houck conseguiu manter a mesma fluidez em todos os livros da saga, sem deixar a desejar em nada.

É fantasia pura, já que está totalmente fora da realidade, mas uma fantasia muito bem escrita, muito bem justificada, e não nos deixa pensando ... ah, isto não existe!  OK, pode até não existir, mas da forma como ela coloca no texto, com tudo tão bem alinhado, nos faz acreditar que tudo é possível.

Então, vamos lá ... toda a turma segue rumo ao desconhecido, e em busca do último presente de Durga, muita luta, uma perda dolorosa, uma viagem ao passado, muito, muito distante, mais luta e aqui, preciso dizer, Kelsey realmente consegue ser muito irritante em sua indecisão!  Ela não aceita mais o amor de Ren, por medo, mas também não aceita, que ele a deixe de lado, ora por favor! Isso é muito chato!

Além do que, na saga toda [achei isso em comum em todos os livros],  o uso dos presentes de Durga, foram exagerados, e em várias situações, serviram apenas para atender a caprichos, de cada um deles, quando deveriam ter sido usados com moderação em em prol de todos, não apenas do pequeno grupo deles. É certo que em várias situações eles o fizeram, utilizando para o conforto ou auxílio do próximo, mas a maioria do tempo, eles usaram, indiscriminadamente, para conforto próprio, e não achei isto certo. Minha opinião, eu precisada deixar isto claro.

No contexto geral, reforço novamente o alerta de que não vale focar na realidade ou tentar comparar, por que é surreal, mas, a saga é ótima, com um belo desfecho, clássico, mas que é possível mesurar que havia muitos sentimentos bons envolvidos na busca, como amor, lealdade, amizade, companheirismo, confiança, força e superação.

De uma forma ou outa, todos provaram seu valor, e a busca, os levou ao desfecho destinado à cada um deles. O que eu achei bem satisfatório.

Mas aí, buscando algumas informações sobre esta saga, acabei de descobrir que ainda tem mais um livro a ser lançado ... que se chamará O sonho do tigre ... posso enlouquecer já? Além disto, eu vi por estes dias, na livraria saiu mais um livro para esta saga, mas é antes de Kelsey entrar em cena, e conta sobre Yesubai, a prometida ao príncipe Ren, e pivo do primeiro triangulo amoroso entre os irmãos Ren e Kishan. O coisa complicada esta saga ... então, quem quiser esperar mais um pouco, faz bem ... mas se a curiosidade for maior ...

... Boa leitura!!