segunda-feira, 28 de abril de 2014

Vovó vigarista

Livro: Vovó vigarista
Autora: David Walliams
Gênero:  Ficção
Editora: Intrínseca
240 Páginas







Sinopse:
Se você acha que toda vovozinha é igual, precisa conhecer a avó de Ben. Ela poderia se passar por uma senhorinha qualquer: é velha, usa um casaquinho lilás e faz palavras-cruzadas. Toda sexta-feira Ben dorme na casa dela, e isso para ele é o fim. No jantar sempre tem repolho, a tevê nunca funciona e a avó o faz ir para a cama às oito da noite. E no dia seguinte nem tem aula!
Como qualquer outro menino, Ben acha tudo isso chato demais. Ou pelo menos achava, até descobrir que a coisa toda não passa de um disfarce: vovó, na verdade, é uma vigarista internacional, a ladra de joias mais procurada do mundo. Agora, juntos, eles vão planejar o maior roubo de todos os tempos.
Você, é claro, vai rir bastante. E pode até chorar. Mas nunca, nunca mais vai pensar em vovós como antes.

Minha opinião
Muito divertido este livro!
Se você quer dar um tempo em leituras mais pesadas, este é o livro que indico.
Leitura leve, divertida e, quando você se dá conta, está querendo pular para dentro daquela aventura maluca com Ben e a sua avó [... mas sem todo aquele repolho ...].
E, além disto tudo, é uma maneira de nos fazer repensar a forma como tratamos nossos idosos ... não é por que eles são velhinhos, que merecem ser relegados ao esquecimento!
Boa leitura!

domingo, 27 de abril de 2014

Amanhecer

Livro: amanhecer
Saga Crepúsculo (Twilight) - volume 4
Autora: Stephenie Meyer
Gênero: Não ficção 
Editora: Intrínseca
576 Páginas






Sinopse:
Estar irrevogavelmente apaixonada por um vampiro é tanto uma fantasia como um pesadelo, costurados em uma perigosa realidade para Bella Swan. Empurrada em uma direção por sua intensa paixão por Edward Cullen, e em outra por sua profunda ligação com o lobisomem Jacob Black, ela resistiu a um tumultuado ano de tentação, perda e conflito até o momento da decisão definitiva. A escolha entre fazer parte do obscuro, mas sedutor, mundo dos imortais ou permanecer vivendo como humana se tornou o marco que poderá transformar o destino dos dois clãs: vampiros e lobisomens. Agora que Bella, tomou sua decisão, uma corrente de acontecimentos sem precedentes se desdobrará, com consequências devastadoras. No momento em que as feridas parecem prontas para ser cicatrizadas, e os desgastantes confrontos da vida de Bella, resolvidos, isso pode significar a destruição. Para todos. Para sempre.

Minha opinião
É uma pena que a saga está terminando, mas enfim Bella e Edward se casam e sabemos que este é um passo definitivo para Bella finalmente fazer parte de clã dos Cullens como uma igual.
Mas eu fiquei surpresa de como isto aconteceria ... 
Ora, é claro que achei ótimo que eles conseguissem o pacote completo, e é ótimo ver também, que finalmente Rosalie está satisfeita com alguma atitude de Bella.
A divisão na narrativa, entre o ponto de vista de Bella e Jacob deu uma dinâmica diferente a este livro, e, é ótimo ver que Jake também encontra o seu lugar, quando acontece o imprint.
E gostei muito que o final se estende um pouco, mostrando como é a vida deles, quando enfim, tudo se acerta, depois da grande batalha, todas as provas aceitas e todo mundo de volta ao seu lugar.
E que agora a Bella, deixou de ser desastrada é se tornou a super Bella.
Quer saber mais ... vai lá ler o livro ... que é ótimo!

Boa leitura!!

sábado, 26 de abril de 2014

Eclipse

Livro: Eclipse
Saga Crepúsculo (Twilight) - volume 3
Autora: Stephenie Meyer
Gênero: Não ficção 
Editora: Intrínseca
464 Páginas






Sinopse:
Enquanto Seattle, é assolada por uma sequência de assassinatos misteriosos e uma vampira maligna continua em sua busca por vingança, Bella, está cercada de perigos outra vez. Em meio a isso, ela é forçada a escolher entre seu amor por Edward e sua amizade com Jacob - sabendo que essa decisão tem o potencial para reacender o conflito perene entre vampiros e lobisomens. Com a proximidade da formatura, Bella, tem mais uma decisão a tomar: vida ou morte. Mas o que representará cada uma dessas escolhas?

Minha opinião
Ai, são muitas dúvidas e dilemas para uma pessoa só!
Depois de todo o drama de Lua Nova, Eclipse chega para dar uma agitada na vida  de todos. Jacob se sobressai neste livro, e em alguns momentos chega a beirar a chatice, pela ignorância em não aceitar que Bella escolheu Edward, mas dá para entender, afinal, ele ama Bella. 
E é também neste livro que alguns outros personagens aparecem mais, por terem suas origens contadas, inclusive sobre como os lobisomens surgiram.
Gostei bastante do agito, e do suspense por conta do retorno de Victoria, com seu desejo de vingança ... e o final, para mim, foi ótimo. Tanto no livro, quanto no filme.

Aliás, uma das coisas que eu sempre gosto dos filmes, são as cenas das lutas ... de todos assumirem a defesa por Bella, mesmo ela ainda sendo humana. 

Não desistam só por que Lua nova foi chato ... continuem mais um pouquinho, para saber o desfecho de Edward e Bella!!

Boa leitura!!

sexta-feira, 25 de abril de 2014

Lua Nova

Livro: Lua Nova
Saga Crepúsculo (Twilight) - volume 2
Autora: Stephenie Meyer
Gênero: Não ficção 
Editora: Intrínseca
432 Páginas






Sinopse:
Para Bella Swan, há um coisa mais importante do que a própria vida: Edward Cullen. Mas estar apaixonada por um vampiro é ainda mais perigoso do que ela poderia ter imaginado. Edward, já resgatara Bella, das garras de um monstro cruel, mas agora, quando o relacionamento ousado do casal ameaça tudo o que lhes é próximo e querido, eles percebem que seus problemas podem estar apenas começando...

Minha opinião
Ai ai ai ... este definitivamente, não é o meu livro preferido da saga.
Eu chorei, chorei e chorei, junto com a Bella. é o livro mais triste de todos ... e, eu me senti ficando deprimida junto com ela. 
Mesmo tendo o Jacob [... melhorado ... e muito!] ao lado. 
Não é a mesma coisa.
Enfim, com altos e baixos, Bella e Edward fazendo loucuras e tendo experiências de quase morte e Jake sempre a postos por Bella, a emoção pra valer fica por parte da audiência com o assustador trio Volturi, Aro, Caio e Marcus, e a loucura em Volterra. Eu acho ...
E agora, vou ali, acompanhar o castigo de Bella e Edward, em Eclipse .... amo!

Boa Leitura

quinta-feira, 24 de abril de 2014

Crepúsculo

Livro: Crepúsculo
Saga Crepúsculo (Twilight) - volume 1
Autora: Stephenie Meyer
Gênero: Ficção 
Editora: Intrínseca
384 Páginas






Sinopse:
Isabella Swan, chega à nublada e chuvosa cidadezinha de Forks – último lugar onde gostaria de viver. Ela tenta se adaptar à vida provinciana na qual, aparentemente, todos se conhecem, lidar com sua constrangedora falta de coordenação motora e se habituar a morar com um pai com quem nunca conviveu. Em seu destino está Edward Cullen. Ele é lindo, perfeito, misterioso e, à primeira vista, hostil à presença de Bella, o que provoca nela uma inquietação desconcertante. Ela se apaixona. Ele, no melhor estilo 'amor proibido', alerta: sou um risco para você. Ela é uma garota incomum. Ele é um vampiro. Ela precisa aprender a controlar seu corpo quando ele a toca. Ele, a controlar sua sede pelo sangue dela. Em meio a descobertas e sobressaltos, Edward, é sim, perigoso: um perigo que qualquer mulher escolheria correr.

Minha opinião
Quando eu gosto de um livro, não importa quantas vezes eu já tenha lido, ele sempre me prende e fascina, como se fosse a primeira vez. E pensar que só resolvi ler a saga, por que fiquei curiosa quando vi o filme em cartaz ... 
Mas vamos ao livro!
Achei a leitura tranquila, a linguagem é comedida, e  a narrativa envolvente, a ponto de não te deixar largar o livro até o final.
Acompanhamos durante todo o primeiro volume da saga a aproximação entre Bella e Edward e o início de um belo romance, sem a necessidade apelatória que vemos atualmente em tudo relacionado ao público juvenil.
Bella muda sua vida, ao ir morar com seu pai em Forks ... e nem ela sabe o quanto!
E Edward terá a sua vida mudada, com a chegada de Bella em Forks!
Ela precisa adaptar-se a um mundo novo, enquanto Edward, precisará lutar para controlar a sua atração por Bella, ou melhor, pelo sangue dela.
Acompanhar o desenvolvimento gradual desta relação, e preferencialmente, sem se basear nos filmes, é ótimo, e deixar-se levar pelo enredo, curtindo todo o cenário apenas com a nossa imaginação, e construindo cada personagem com a descrição dos livros é sempre muito mais gratificante ... mesmo os personagens do cinema sendo lindos!

Esta saga me levou a gostar dos livros com narrativa sobrenaturais que se seguiram, e que agora fazer parte de um bom pedaço da minha estante.

Para quem nunca leu, super indico e para quem é fã, que tal ler de novo?

Boa leitura!

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Dia Internacional do Livro



Hoje é o dia  internacional do livro!! 

Uma paixão compartilhada por muitos ... então, vamos saber como se originou:

" O Dia Internacional do Livro teve a sua origem na Catalunha, uma região da Espanha.A data começou a ser celebrada em 05 de Abril 1926, em comemoração ao nascimento de Miguel de Cervantes, escritor espanhol. O escritor e editor valenciano, estabelecido em Barcelona, Vicent Clavel Andrés, propôs este dia para a Câmara Oficial do Livro de Barcelona.
Em 6 de fevereiro de 1926, o governo espanhol, presidido por Miguel Primo de Rivera, aceitou a data e o rei Alfonso XIII assinou o decreto real que instituiu a Festa do Livro Espanhol.
No ano de 1930, a data comemorativa foi trasladada para 23 de abril, dia do falecimento de Cervantes.
Mais tarde, em 1995, a UNESCO instituiu 23 de abril como o Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor, em virtude de a 23 de abril se assinalar o falecimento de outros escritores, como Josep Pla, escritor catalão, e William Shakespeare, dramaturgo inglês.
No caso do escritor inglês, tal data não é precisa, pois que em Inglaterra, naquele tempo, ainda utilizava o calendário juliano, pelo que havia uma diferença de 10 dias apara o calendário gregoriano usado em Espanha. Assim Shakespeare faleceu efetivamente 10 dias depois de Cervantes. " Fonte: Wikipédia

A história do livro: do papiro ao computador
A história do livro é  ligada ao contexto político e econômico e à história de correntes de pensamento e religiões. Também é influenciada por inovações técnicas que permitiram o aprimoramento da conservação dos livros, do acesso à informação, da facilidade em manusear e produzir as obras.
Começa na Antiguidade, com o surgimento da escrita e, mais tarde, do papiro (que originou o termo livro), do pergaminho e do códice (quando se começou a pensar no livro como objeto).
Na Idade Média, o livro sofre, na Europa, as conseqüências do excessivo fervor religioso, e passa a ser considerado um objeto de salvação. Apareceram nessa época os textos didáticos, destinados à formação dos religiosos.
O livro continua sua evolução com o aparecimento de margens e páginas em branco, pontuação no texto e letras maiúsculas. Surgem também os índices, sumários e resumos.
Na categoria de gêneros, além do didático, aparecem os florilégios (coletâneas de vários autores), os textos auxiliares e os textos eróticos. Progressivamente, aparecem livros em línguas nacionais, rompendo com o monopólio do latim na literatura. E o papel passa a substituir o pergaminho.
Mas a invenção mais importante, já no limite da Idade Média, foi a impressão, no século XIV. Consistia originalmente da gravação em blocos de madeira do conteúdo de cada página do livro. Os blocos eram mergulhados em tinta, e o conteúdo transferido para o papel, produzindo várias cópias.
Em 1405, surgia na China, por meio de Pi Sheng, a máquina impressora de tipos móveis, mas a tecnologia que provocaria uma revolução cultural moderna foi desenvolvida por Johannes Gutenberg.
Na Idade Moderna, no Ocidente, em 1455, Gutenberg inventa a imprensa com tipos móveis reutilizáveis. O primeiro livro impresso nessa técnica foi a Bíblia em latim. Com o surgimento da imprensa, desenvolveu-se a técnica da tipografia, que teve o italiano Aldus Manutius como um de seus mais importantes nomes.
Ele foi importante na evolução do projeto tipográfico, que hoje chamamos de design gráfico ou editorial. Nessa época aparecem livros cada vez mais portáteis, inclusive os livros de bolso, com novos gêneros, como o romance, a novela e os almanaques.
Na Idade Contemporânea, cada vez mais aparece a informação não-linear, seja por meio dos jornais, seja da enciclopédia. A indústria editoral é influenciada por novas mídias: os registros sonoros, a fotografia e o cinema. O acabamento dos livros tem grandes avanços. Surgem as edições de luxo.

Livro eletrônicoEm fins do século XX surgiu o livro eletrônico, ou seja, o livro num suporte eletrônico, o computador. Ainda é cedo para dizer se o livro eletrônico é um continuador do livro típico ou uma variante, mas vem ganhando espaço como mídia, o que de certo modo amedronta os amantes do livro típico – os bibliófilos.
Existem livros eletrônicos disponíveis tanto para computadores de mesa quanto para computadores de mão. A leitura num suporte de papel é cerca de 1,2 vez mais rápida do que em um suporte eletrônico, mas pesquisas vêm sendo feitas no sentido de melhorar a visualização dos livros eletrônicos. " Fonte: Wikipédia

Vamos aproveitar lendo mais um pouquinho?

Boa leitura!! 

terça-feira, 22 de abril de 2014

O caminho do poço das lágrimas

Livro: O caminho do poço das lágrimas
Autor: André Vianco
Gênero: Ficção 
Editora: Novo Século
200 Páginas





Sinopse:

Você está preparado para cruzar O Caminho do Poço das Lágrimas? Naquela manhã, Jonas, Ingrid e Bosco não estavam quando despertaram subitamente em frente a uma sombria passagem de pedras, enveredando por uma floresta escura e fria. O trio voltava de uma viagem de final de semana quando o pai, Jonas, acabou errando o caminho. Agora, perdidos, Bosco – o caçula – tem sede; Ingrid tem pressa; e Jonas, tem medo. Medo de explicar aos filhos como foram parar diante do caminho do poço das lágrimas, medo de não ter tempo, medo de estar fazendo tudo errado em sua vida. O Caminho do Poço das Lágrimas, escrito por André Vianco e ilustrado por Lese Pierre, vai conduzir o leitor numa jornada tocante e inesquecível.

Minha opinião: 
Estou acostumada com os livros vampirescos de narrativa urbana do André Vianco, e este, assim como A Casa, é bem diferente .
Em algumas resenhas que li sobre este livro, André Vianco fala que inspirou-se em uma história de ninar que criou para suas filhas. 
Realmente, o enredo entremeia antigas cantigas de ninar e cantigas de roda, para contar a história, de maneira fantástica, do caminho que se faz, para o 'outro lado'.
É interessante acompanhar o ponto vista de cada um deles, e as reações em uma mesma situação.
É um livro que nos leva a refletir sobre as escolhas que fazemos. Vale a leitura.

Boa leitura!

terça-feira, 8 de abril de 2014

A once upon a time Tale - Despertar

Livro: A once upon a time Tale 
Despertar
Autora: Odette Beane
Gênero: Ficção
Editora: Planeta
304 Páginas




Sinopse:
Emma Swan sabe muito bem como se virar sozinha. Ela foi abandonada quando ainda era um bebê e a vida não tem sido exatamente um conto de fadas para ela. Quando o filho que ela abandonou anos atrás a encontra tudo se tornará ainda mais complicado. Henry tem 10 anos agora e acredita que a mãe tenha nascido em um mundo alternativo mágico e que, seja a filha desaparecida da Branca de Neve com o Príncipe Encantado. Emma não acredita em uma palavra, mas de acordo com Henry, ela é a única que pode quebrar a maldição, jogada pela Rainha Má, e que afeta todos os personagens dos contos de fadas. Eles estariam presos na nossa realidade, na cidade de Storybrooke, sem seus poderes mágicos e sem qualquer lembrança de quem realmente são.

Minha opinião
Eu adoro os contos de fadas ... Irmãos Grimm sempre fizeram parte da minha infância, e sou apaixonada pelos filmes da Disney.
E depois de ler a série Dragões de Éter do brasileiro Raphael Draccon, eu estava a procura de mais livros, que justamente fossem uma outra forma de apresentar, ou nos fazer ver, os contos de fadas.
Este livro é baseado na série de igual nome, que passa no canal fechado da Sony e na Record começou a passar este ano.
Não assisti a nenhum episódio (ainda ...) e ao ler o livro achei que é possível você acompanhar perfeitamente a narrativa, sem nem mesmo precisar assistir aos episódios.
Em um primeiro instante, é meio chocante perceber que a Branca de Neve e o Príncipe encantado seguiram a sua vida ... e tiveram uma filha!! Para mim, eles ficaram congelados naquele momento final em que foram 'felizes para sempre' .... kkkkk
Por outro lado, é interessante ler esta versão, como sendo a continuação da vida deles, e que nem tudo é perfeito.
A trama toda é bem movimentada, um drama um pouco exagerado, mas acredito que faça parte, afinal, é uma série de TV ... e tudo gira em torno de uma maldição rogada pela Madrasta de Branca de Neve. Ela por sua vez, salva Emma, a sua filha, a enviando para uma realidade alternativa, que corresponde à nossa realidade, enquanto todo o reino encantado fica preso em Storybrooke. Henry, o filho que Emma teve em sua adolescência e entregou para adoção, a encontra exatamente no dia do seu aniversário, querendo levá-la de volta a Storybrooke, pois ela é a única que pode quebrar a maldição e fazer com quer todos retomem suas identidades e voltem às suas vidas. E, independente de ser uma versão diferente, ou uma continuação do conto original dos irmãos Grimm, é interessante ter uma visão diferente em que nem tudo vai bem ou é tudo uma maravilha. Os personagens fictícios também precisam de um pouco de realidade!  ;)
Não posso fazer um comparativo à serie, já que não a assisti (... o que espero fazer em breve!), mas gostei bastante do livro, e, se você gosta de conto de fadas e adaptações diversas, e não liga para a incorporação de personagens diversos ao enredo, acho que vai gostar do livro também.

Divirtam-se e boa leitura!

segunda-feira, 7 de abril de 2014

O lado bom da vida

Livro: O lado bom da vida
Autor: Matthew Quick
Gênero: Ficção
Editora: Intrínseca
256 Páginas




Sinopse
Pat Peoples, um ex-professor na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Convencido de que passou apenas alguns meses naquele “lugar ruim”, Pat não se lembra do que o fez ir para lá. O que sabe é que Nikki, sua esposa, quis que ficassem um "tempo separados". Tentando recompor o quebra-cabeças de sua memória, agora repleta de lapsos, ele ainda precisa enfrentar uma realidade que não parece muito promissora. Com seu pai se recusando a falar com ele, a esposa negando-se a revê-lo e os amigos evitando comentar o que aconteceu antes da internação, Pat, agora viciado em exercícios físicos, está determinado a reorganizar as coisas e reconquistar sua mulher, porque acredita em finais felizes e no lado bom da vida. 

Minha opinião:
No começo achei o livro um pouco chato e sem noção. Até conseguir começar a compreender o que tinha acontecido, que foi quando eu compreendi um pouco melhor o esforço do Pat, em se controlar e voltar à sua vida normal.

A narrativa parece um origami complexo, que precisa ser desconstruído, para você poder entender o mapa no verso dele. Os personagens também não são tão fáceis de serem entendidos, mas de uma maneira lenta, conforme se avança na leitura, tudo é explicado, mostrando o motivo de cada coisa.
No geral, não gostei do livro, achei muito devagar, e repetitivo, mas ele tem uma razão de ser. Mas acho que não terei paciência de assistir ao filme, mesmo o Bradley Cooper sendo lindo, e a Jennifer Lawrence tendo recebido um Oscar.

Para quem resolver encarar, boa leitura!

domingo, 6 de abril de 2014

Espíritos de Gelo

Livro: Espíritos de Gelo
Autor: Raphael Draccon
Gênero: Ficção brasileira / Ficção de terror e suspense
Editora: LeYa
176 Páginas



Sinopse:
Um homem acorda acorrentado com os braços para cima em uma sala escura, com dois torturadores vestidos com detalhes masoquistas ao lado e um interrogador baixinho, vestido com roupas sociais e uma camisa surrada do Black Sabbath. Eles o informam que ele acordou em uma banheira sem um rim e sofreu um choque amnésico, que o impede de lembrar os detalhes. Assim sendo, eles partem do princípio de que outros choques traumáticos podem desbloquear essas memórias, se necessários. E se iniciam as piores partes. O livro faz referências à lenda urbana da banheira de gelo, às lendas ao redor da história do rock’n roll e até às motivações e psicologia ao redor da criação de lendas urbanas.

Minha opinião:
Nossa. É um livro estranho.
Eu já li outros livros de Raphael Draccon, e gostei muito, de todos. Mas este, eu levei algum tempo para entender ... eu me senti como se estivesse assistindo novamente o filme 'Ponto de Vista' em que um mesmo acontecimento, é recontado de diversas formas diferentes, dependendo do ponto de vista de cada pessoa presente naquele momento.
Se bem que neste livro, não existem mutos pontos de vista, apenas o do torturado. E tampouco nomes. Somente uma mulher é nomeada, o restante, são apenas personagens. 
É como uma mistura de atualidades, com lendas urbanas, e mitos diversos, e o fato de não nomearem os personagens, faz com que você acabe associando livremente os personagens de acordo com a sua imaginação.
Um pouco exagerado, mas com um propósito fixo para o final.
Como eu disse, um livro estranho, mas as vezes necessário para sacudir uma linha de leitura, nos tirar do prumo, e depois, aproveitar tudo de uma forma melhor e as vezes, ver um enredo de outra maneira.
Acho que vale a leitura, mesmo que seja apenas para sair de um lugar comum.

Enjoy!

P.S.: Continuo gostando de ler Raphael Draccon.

sábado, 5 de abril de 2014

A vingança veste prada

Livro:  Avingança veste prada
O diabo está de volta
Autora: Lauren Weisberger
Gênero: Ficção
Editora: Record
448 Páginas





Sinopse:
Após trabalhar - e sofrer - com a poderosa Miranda Priestly, diretora da revista de moda Runway e a mulher mais influente na industria da moda, Andy Sachs tem uma nova vida. Ela esta prestes a se casar com um dos solteiros mais cobiçados de Nova York, o lindo Max Harrison. Mas nem tudo do seu antigo mundo ficou para trás. Emily, antiga colega de trabalho e sua atual melhor amiga, a convenceu a fundar uma revista de luxo sobre casamentos, a Plunge. E o sucesso do novo empreendimento atrai algumas pessoas que Andy preferia deixar no passado. Especialmente um certo diabo ...

Minha opinião
Da mesma forma como gostei do primeiro livro, eu detestei este.
Na primeira metade, eu até estava gostando da leitura ...
Andrea finalmente alcança o sucesso, ao lado de Emily, que tanto espinafrou a vida dela na Runway, na revista delas a Plunge. Teve explicação de como elas se tornaram amigas ... explicou, mas não convenceu.
Aí, Andrea encontra o seu par perfeito, Max, que apoia e incentiva ela, e está ao lado dela, quando ela tem um reencontro chocante com a sua nêmesis, Miranda Priestly, alguém que ela realmente gostaria de deixar no passado.
O intervalo de tempo entre um livro e outro, é grande, mas vários pormenores são explicados, e, entre idas e vindas, uma publicação de sucesso, um casamento de revista, uma gravidez não planejada, tem o reencontro de Andy com o seu primeiro amor, Alex, e uma grande decepção também que mudarão completamente a o esperado final do livro. 
Eu esperava um final diferente, e, não vou dizer que não tenha achado ruim, mas, não sei explicar bem, acabei achando tudo muito, muito chato e sem sentido. 
Eu esperava mais atitude da parte da Andy, antes de todo o problema começar, e não somente no final, quando todos já tinham tomado as decisões, sem ela saber. 
E eu queria ver ela brilhando, o típico final feliz, onde a mocinha dá a volta por cima, e mostra pra todo mundo que ela estava certa ...

E aí pessoas, ficaram curiosas, né?

Leiam o livro e me digam o que vocês acharam!!

sexta-feira, 4 de abril de 2014

O diabo veste prada

Livro: O diabo veste prada
Autora: Lauren Weisberger
Gênero: Ficção
Editora: Record
410 Páginas







Sinopse:
Lauren Weisberger trabalhou como assistente da todo-poderosa-amada-e-odiada editora da revista Vogue, Anna Wintour. Assim, qualquer semelhança de O DIABO VESTE PRADA com a realidade não é mera coincidência. Neste irresistí­vel romance, o leitor irá conhecer Andrea Sachs, uma jovem recém-formada que conquista um emprego que deveria deixar roxas de inveja milhares de garotas: o de assistente de Miranda Priestly, reverenciada editora da revista Runway Magazine, a mais bem-sucedida revista de moda do momento. Logo ela percebe, porém, que o emprego pelo qual um milhão de meninas dariam a vida para ter pode simplesmente acabar com a dela.
De uma hora para outra, a jovem jornalista se vê num escritório onde as palavras Prada, Armani e Versace são lei e começa a conviver de perto com o fascinante mundo da moda. Fascinante, mas nem tão glamouroso assim. Ela logo percebe que, em lugar de escrever reportagens e editoriais de moda, seu trabalho na Runway será o de atender aos caprichos da chefe: Andrea precisa buscar as roupas de Miranda na lavanderia, ir à caça de baby-sitters para seus filhos, localizar do escritório em Nova York o paradeiro do motorista que deixou Miranda tomando chuva numa esquina de Paris e providenciar rapidamente a solução para pedidos os mais mirabolantes. Miranda é a personificação do pesadelo para Andrea.


Minha opinião
Eu acabei relendo o livro, para poder entrar no clima e finalmente fazer esta resenha mega atrasada ...
Como na primeira vez, achei a narrativa ótima, envolvente, animada e claro, sofri junto com a Andrea todos os mandos e desmandos de Miranda Priestly.
A rotina da revista é uma loucura, os pedidos de MP são absurdos, Emily não facilita em nada, o Christopher só aparece em momentos impróprios, e o Alex, é tudo de bom, mas poderia ter sido mais legal no final.
Claro que, no meio desta loucura toda, aos poucos ela se vê envolvida no glamouroso mundo fashion da Runway, mas no final, ela consegue sair disto e mostrar que não perdeu seu sonho jornalístico de ser algo mais além de uma vitrine ambulante.
Divertido e agitado, vale a leitura, principalmente se for antes de assistir ao filme, que até é legal, mas não condiz muito com a narrativa do livro.

Bjs e boa leitura!

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Perto de você

Livro: Perto de você
Autora: Bella Andre
Gênero: Romance 
Editora: Novo Conceito
304 Páginas



Sinopse:
A estrela de cinema Smith Sullivan não pode permitir nenhuma distração. Ele está apostando sua reputação inteira em seu novo filme... mas ele não pode parar de pensar em Valentina Landon e o fogo ardente que ele vê logo abaixo da superfície. Valentina não é avessa ao prazer sensual, ou mesmo com a ideia de encontrar o amor verdadeiro, mas, como um gerente de negócios de Hollywood, ela assistiu a muitas mulheres inteligentes cair para atores... só para ser rasgado quando o conto de fadas chega ao seu fim inevitável. Mas quando semanas intensas juntos no set transformam sua atração aquecida em brasa chamas da paixão, Smith sabe que ele tem que encontrar uma maneira de convencer Valentina a deixá-lo ficar um pouco mais perto. Perto o suficiente para completamente roubar seu coração... do jeito que ela roubou o seu desde o início.

Minha opinião:
Smith pode ser um super ator, mas a fama não o desvirtua, e acima de tudo, ele valoriza muito a família.
Valentina e Tatiana perderam o pai muito cedo, e Val acompanha sua irmã, atriz, cuidando e protegendo contra a fama e todas as loucuras deste mundo de fama e glamour.
Durante as filmagens do seu filme, aos poucos Smith vai achando maneiras de conquistar Valentina, até chegar ao ponto de estarem tendo um caso escondido, por que Val não aceita se relacionar com atores, por ver sua mãe sofrendo com relações insignificantes com atores, após a morte de seu pai.
Enquanto está empenhado nas filmagens com a irmã de Val, ao mesmo tempo, Smith procura formas de convencer Val de que é possível eles construírem uma relação duradoura, e sempre com flashes ótimos de como andam os outros casais da família.
O mais apaixonante desta série, é que, a família está sempre presente, e sempre ao final de cada livro, Bella Andre vai dando dicas do que será a sequencia da série ... adorei acompanhar as continuações dos outros romances da família, mesmo que sejam só por alguns flashes.

Agora só me resta esperar para saber como será a história de amor da Lori ... a última solteira dos irmãos Sullivan. E torcer para que o livro chegue logo aqui !!!

Boa leitura!!

quarta-feira, 2 de abril de 2014

Quero ser seu

Livro: Quero ser seu
Autora: Bella Andre
Gênero: Romance 
Editora: Novo Conceito
288 Páginas


Sinopse:
Ryan Sullivan sempre gostou muito de Vicki, a quem conheceu na adolescência, quando ela lhe salvou a vida: no estacionamento da escola, um carro desgovernado só não o atropelou porque Vicki o empurrou para longe. Desde então, eles se tornaram melhores amigos — pelo menos, melhores amigos até onde um homem e uma mulher lindos e sedutores conseguem ser...
O tempo passou, Vicki casou-se e se separou, e Ryan seguiu sua vida de solteiro. Até o dia em que Vicki pediu-lhe um favor: será que Ryan poderia fazer as vezes de seu namorado para afastá-la de um homem mal-intencionado e pegajoso?
Ryan não negaria esse favor a sua amiga, de forma alguma... Não só pelo carinho que nutre por ela, mas também por uma característica de sua personalidade: Ryan faz o tipo protetor (o tipo de homem com que toda mulher sonha em algum momento da vida).
Agora, depois de brincarem de namorados, será que os dois conseguirão manter a amizade de sempre?

Minha opinião
É uma tortura o que Bella Andre faz conosco ... quando a gente acha que encontrou o melhor entre todos os irmãos Sullivan, aparece outro para nos deixar ainda mais apaixonadas por eles!
Ryan é o amigo que qualquer mulher gostaria de ter ... afinal, ele largou tudo, em uma reunião de família, para ir acudir sua amiga Vicki.
Fala sério, você não cairia de paixão por uma cara destes? Ser lindo, educado, e bem de vida, são apenas os bônus de tudo!
Mas Vicki também é fofa, inteligente e muito talentosa, além de muito íntegra ... então, ok, ele combinam e fazem um par fantástico.
E depois de tantos desencontros entre as suas vidas, eles merecem muito um final feliz.
Não dá para dizer, entre todos os livros, qual eu gostei mais, por que, Bella Andre nos deixa apaixonadas por toda a família, com aquela vontade de pular para dentro dos livros e fazer parte deles também!!
Bora saber como será que o Smith se apaixona?? ... fui ...  !!

Boa leitura !!

terça-feira, 1 de abril de 2014

Se você fosse minha

Livro: Se você fosse minha
Autora: Bella Andre
Gênero: Romance 
Editora: Novo Conceito
320 Páginas


Sinopse:
Zach, o mais arredio dos Sullivan, é mecânico e corredor de pistas de alta velocidade. Suas únicas preocupações são: como gastar seu dinheiro e com que mulher passar a próxima noite… Até que ele recebe a difícil tarefa de cuidar do filhote de yorkshire de seu irmão por duas semanas — um total contratempo para um homem como ele. 
Mas Zach não tem como negar este favor a Gabe e, muito a contragosto, acaba aceitando cuidar de Ternurinha, a cachorrinha que, para piorar, é um terror e certamente precisa de treinamento. 
Heather Linsey não acreditava que teria de treinar o filhote do arrogante Zach Sullivan. De todos os homens que já conhecera, Zach era o mais atrevido. Palavras como arrogante, esnobe, pretensioso cabiam especialmente bem no mecânico da família Sullivan. 
Além disso, a beleza e o charme de Zach eram desconcertantes e a atração entre eles, inevitável… Heather estava francamente disposta a negar esse trabalho, mas teve que pensar duas vezes antes de recusar, pois fora indicada por uma grande amiga. 
De qualquer forma, ela sabia que podia controlar as investidas de Zach Sullivan, caso ele se mostrasse desrespeitoso. O que ela não sabia é que sua rejeição ia despertar os mais profundos e obstinados desejos no mecânico…

Minha opinião:
Zach parece ser mais fechado e sério ... mas só parece!
E, fala sério, Ternurinha? ... quem dá um nome deste para um cachorro?? Só a Summer mesmo, para achar um nome destes e de quebra, conseguir fazer o tio Zach cuidar da filhotinha Yorkshire, enquanto eles (Gabe, Megan e Summer) viajam em férias.
A forma como Zach e Heather se conhecem já é muito engraçada, por que Ternurinha querendo brincar, deixa Zach quase doido, e berrando maluco atrás dela.
Heather, atendendo a um pedido de uma cliente e amiga, vai atender pessoalmente ao Zach, e ajudar no treinamento de Ternurinha ... mas ela já percebeu que vai treinar o filhote e Zach também!
Claro que não poderiam ter alguns percalços ... Zach, por ser muito parecido com o pai, também tem a preocupação de ser como ele de outras formas também.
Heather tem sua cota de traumas também, e, não é qualquer pessoa que ela vai deixar chegar perto o suficiente, para descobrir o que ela guarda por trás das blusas de manga comprida que ela usa.
E, enquanto Zach tenta conquistar Heather, e aparar as arestas, Atlas e Ternurinha já estão muito a frente! E os dois juntos, é só diversão ... quando Ternurinha não está ocupada destruindo algum cômodo da casa do Zach!!
Vale dizer que o final é muito engraçado ... e que já nos apresenta o próximo irmão ... Ryan!!

Está na hora de passar um tempo com Ryan !!

Boa leitura!!