quinta-feira, 29 de março de 2012

Sedução Mortal


Livro:  Sedução Mortal
Série Mortal – livro 13
Autor: J.D.Robb (pseudônimo de Nora Roberts)
Gênero: Ficção
Editora: Bertrand Brasil
434 Páginas
Sedução Mortal

Sinopse:
Neste mais recente caso, a tenente Eve Dallas está em busca de um Casanova cruel com um nefasto apetite para seduzir as suas vítimas antes de assassiná-las.
Dante já cortejava a sua presa pela internet havia várias semanas quando foi encontrá-la pessoalmente pela primeira vez. Alguns goles de vinho e algumas horas depois, a sua pobre acompanhante estava morta. A arma do crime: a dose de uma droga rara e indetectável, do tipo “boa-noite, Cinderela”, com assustador valor de mercado.
A esperta tenente Dallas passa e repassa em pensamento todas as pistas que descobriu: luz de velas, música romântica e pétalas de rosas espalhadas sobre os lençóis. Um clima de encantamento montado para agradar o sedutor, e não a vítima. Na verdade, ele não pretendia matá-la. Agora, porém, só lhe restavam duas escolhas: fugir e se esconder ou sair novamente em campo para uma nova caçada.

Minha opinião:
Eve esta lutando contra os sonhos, cada vez mais intensos, sobre o seu passado obscuro. E enquanto isto, continua investigando e solucionando os crimes que acontecem na Nova York de 2059.
O caso da vez e de um aparente Don Juan, que procura parceiras com todo cuidado e atenção, corteja como mando o figurino, mas o detalhe principal é que no ápice de sua conquista, ele mata as conquistadas.
E claro que isto está tirando a tenente Dallas do sério … junto com as estripulias de Peabody e McNab, que em um momento não se falam e no outro estão se pegando, literalmente !
E neste livro, o assassino não é segredo, mas o jogo que ele pratica é que é o centro de tudo … e a tenente Dallas precisa correr contra o tempo para evitar mais assassinatos e abreviar para o “Game Over” …
Mais um livro da série com enredo incrível e impossível de parar até o ponto final! Indicadíssimo!!
Boa leitura e até a próxima resenha.

Boa leitura!

terça-feira, 27 de março de 2012

Quando cai o raio

Livro: Quando cai o raio
Série Desaparecidos
Autor: Meg Cabot
Gênero: Ficção
Editora: Galera Record
272 Páginas
CaiRaio_Capa


Quando cai o raio, isso só pode significar problemas – como Jessica Mastriani descobre ao ser pega de surpresa com sua melhor amiga Ruth em uma tempestade. Não que Jess tentasse evitar confusões, pelo contrário. Afinal, ela sempre acaba envolvida em brigas com o time de futebol e presa na detenção por meses sem fim ...
Pelo menos isso tinha seus pontos positivos, como se sentar perto de Rob, o motoqueiro mais gato da escola!
Mas dessa vez o problema é sério ... Porque, de alguma maneira, ao voltar para casa sob aquela tempestade, Jessica se vê com um talento inédito. Um incrível poder que pode ser usado para o bem ... ou para o mal.”

Sinopse:


Mandaram que eu escrevesse um relato, em primeira pessoa, sobre o que aconteceu comigo, contando toda a verdade e nada mais do que a verdade. Então tá!
O que aconteceu comigo: fui atingida por um raio. Tudo culpa da Ruth, que resolveu que queria voltar da escola a pé, para queimar uns quilinhos ... Acabou que eu é quem fui queimada.
Ninguém acreditou em mim; nem eu mesma, para ser sincera. Eu não estava me sentindo mal, não tinha nenhuma marca ou machucado ... Nem estava chamuscada! Mas logo as coisas começaram a mudar.
Quando acordei no dia seguinte, de alguma forma sabia onde estavam as duas crianças cujas fotos estampavam a caixa de leite, aquelas do Disque-Desaparecidos, sabe? Pois é. Eu tinha certeza absoluta sobre onde elas estavam.
O problema é que eu pensava que isto era uma coisa boa! Liguei para o Disque-Desaparecidos e avisei à simpática senhorinha onde estavam as crianças, e depois mais outras ... Até que dois não-tão-simpáticos agentes federais apareceram em minha escola para conversar comigo. Dá para acreditar?!
Agora que sou foragida da justiça, tenho de ajudar um dos meninos que foram encontrados e ainda preciso disfarçar o quanto o motoqueiro da sala de detenção mexe comigo ...
Ainda bem que um raio não cai duas vezes no mesmo lugar ... Certo?

Minha opinião:

Não adianta. Eu adoro os livros da Meg Cabot. E ponto final.
Esta série demorou um bocado para ser traduzida aqui para o Brasil e lá fora ela conta com cinco livros .
  1. "Quando cai o raio"(When Lightning Strikes)
  2. Code Name Cassandre (não traduzido)
  3. Safe House (não traduzido)
  4. Sanctuary Santuário
  5. Missing You (não traduzido)
A série narra a história de Jessica Mastriani, uma adolescente levemente inclinada a atos desmedidos, para defender o que acha certo, e que passa boa parte de seu tempo na detenção na escola. Um belo dia, em que ela e a amiga resolveram ir a pé para casa, ela é atingida por um raio e ganha um poder psíquico, de encontrar pessoas desaparecidas. Isso acontece  quando ela acorda, sabendo a localização das crianças desaparecidas, que ela vê nos anúncios das caixas de leite.
Na intenção de de ajudar, ela acaba totalmente enrolada em uma série de problemas, e que, no fim, vai precisar de uma ajudinha do bad boy Rob, para livrar ela, seus familiares e amigos da confusão toda que o “dom” dela causou.
A narrativa é dinâmica, divertida e empolgante, e como sempre, Meg Cabot consegue nos envolver, como se estivéssemos ali, acompanhando tudo de perto.
Só espero que não demorem muito para traduzir os outros livros da série !!

Boa leitura.

quinta-feira, 22 de março de 2012

Traição Mortal

  Postado originalmente: http://tracasecia.blogspot.com.br/2011/08/resenha-traicao-mortal.html

Livro:  Traição Mortal
Série Mortal – livro 12
Autor: J.D.Robb (pseudônimo de Nora Roberts)
Gênero: Ficção
Editora: Bertrand Brasil
420 Páginas
Traição Mortal

Sinopse:
Ao investigar um homicídio cometido num ambiente que lhe e bem familiar – um hotel de seu marido –, a detetive Eve Dallas se vê diante de um assassino que aprecia de forma muito especial as coisas sofisticadas da vida … e da morte.
No luxuosíssimo Roarke Palace Hotel, uma camareira entra na suíte 4.602 para a habitual troca de lençóis e toalhas, mas enfrenta seu pior pesadelo. Um assassino a deixa morta, estrangulada por um fino fio de prata. É mais um ataque do assassino conhecido como Sly Yost, um apreciador de boa música, bons vinhos e … homicídios. Um assassino de aluguel que atua entre a elite. A tenente Eve Dallas o conhece bem. O problema é que, nesse caso intrincado, conhecer o assassino não a ajuda a elucidar o crime. Por que existe mais alguém envolvido. Alguém com motivos pessoais. E Eve é obrigada a enfrentar a aterrorizante possibilidade de que o alvo verdadeiro de tudo isso seja, na verdade, o seu marido Roarke.

Minha opinião:
Mais uma aventura eletrizante da tenente Dallas.
E como não podia deixar de ser, seu marido Roarke também está no meio de todo o furacão.
Neste livro, um amigo de outras época e que supostamente deveria estar morto reaparece na vida de Roarke. E Eve aceita esta aparição, mas se mantêm em guarda.
Um leilão de joias e artigos cenográficos de uma atriz de renome são a cobertura para um assassinato no mesmo hotel onde ocorre o leilão, e claro, a tenente Dallas já se coloca a postos para assumir esta investigação!
Antigas lealdades são colocadas a prova, novas alianças precisam ser desvendadas e esclarecidas, e claro, no meio disto esta a tenente Dallas, lutando para resolver os crimes que se seguem e pegar o assassino antes que ele consiga fazer mais uma nova vítima.
Estou sendo repetitiva, mas novamente vou dizer que vale muito a pena ler a série!

Boa leitura.

quinta-feira, 15 de março de 2012

Julgamento Mortal

Postado originalmente:http://tracasecia.blogspot.com.br/2011/08/resenha-julgamento-mortal.html

Livro:  Julgamento Mortal
Série Mortal – livro 11
Autor: J.D.Robb (pseudônimo de Nora Roberts)
Gênero: Ficção
Editora: Bertrand Brasil
434 Páginas
Julgamento Mortal

Sinopse:
Quando um assassino de policiais ataca em uma boate chamada Purgatório, a tenente Eve Dallas desce ao inferno do submundo do crime, a fim de descobrir quem está matando seus colegas de farda.
Em uma boate de striptease, na parte norte da cidade, um tira é encontrado morto, cruelmente massacrado por taco de beisebol. O motivo do crime é um mistério. Trata-se de um assassinato com características fortes demais, que coloca a tenente Eve Dallas em uma corrida desabalada rumo à justiça e a ordem.
Sua investigação revela que o clube privê onde ocorreu o crime é mais do que um lugar da moda. A boate Purgatório representa a última oportunidade de redenção, e ali todos passam pelo julgamento final. É um local onde o destino dos culpados tem ligação direta com seus pecados mais íntimos e onde os segredos dos corruptos lançam almas inocentes em uma condenação regada a vícios e poder.

Minha Opinião:
Mais uma investigação punk para Eve. E agora, ela vai precisar investigar inclusive seus colegas de farda. Uma situação complicada e pesada para Eve, novamente.
E além disto, Eve começa a cutucar no submundo da máfia …e desenterra um desafeto de seu marido Roarke, que fará de tudo para acabar com ele.
Como podem ver, a tenente Dallas não perdeu o jeito … continua se metendo em grandes brigas, mas tudo isto por um bem maior: fazer justiça por aqueles que não podem mais se defender!
Outro capítulo emocionante da série mortal, também super recomendado!

Boa leitura.

quinta-feira, 8 de março de 2012

Testemunha Mortal


Livro:  Testemunha Mortal
Série Mortal – livro 10
Autor: J.D.Robb (pseudônimo de Nora Roberts)
Gênero: Ficção
Editora: Bertrand Brasil
406 Páginas
Testemunha Mortal

Sinopse:
Quando uma celebridade é morta diante dos seus olhos, a detetive Eve Dallas assume uma inédita posição diante de um crime: investigadora e também testemunha ocular de um caso de assassinato.
O palco de uma noite de estreia no teatro New Globe, em Nova York, se transforma em cena de um crime no momento em que o protagonista é esfaqueado no coração em plena ação. Agora, Eve tem nas mãos o homicídio de uma celebridade internacional. E quando a mídia descobre que Roarke, seu marido, é também o dono do teatro, os refletores sobre o caso se tornam mais intensos e ofuscantes do que o aceitável para ambos. O único caminho é desvendar o crime o mais rápido possível. Eve precisa duvidar de tudo e de todos, ao mesmo tempo em que tenta estabelecer a diferença entre o que é a verdade e o que se trata apenas de uma magistral interpretação.

Minha opinião:
Agora a Eve está no centro de tudo, literalmente.
Eve estava acompanhando Roarke à estreia de uma grande peça, na reinauguração do teatro New Globe, quando nos momentos finais da peça, um assassinato acontece no palco, na frente de uma plateia lotada e incrédula com a veracidade do acontecido.
E, por mais que o ator assassinado merecesse o seu destino, Eve não vai parar enquanto não descobrir o que motivou o a morte de Richard Draco.
E como sempre, entre as demandas do seu casamento e as suas investigações, o relacionamento da policial Peabody e do detetive eletrônico Ian McNab começa a dar sinais de que vai deslanchar … ou seja, mais preocupações para Eve, ou não.
Com um final surpreendente, digno de uma boa peça teatral, Nora Roberts consegue prender a atenção do inicio ao fim do livro. Leitura super recomendada!

Boa leitura.

quinta-feira, 1 de março de 2012

Lealdade Mortal


Livro:  Lealdade Mortal
Série Mortal – livro 09
Autor: J.D.Robb (pseudônimo de Nora Roberts)
Gênero: Ficção
Editora: Bertrand Brasil
436 Páginas
Lealdade Mortal
Sinopse:

Eve Dallas esta pronta para enfrentar o seu mais talentoso inimigo: um “admirador secreto” que a provoca com cartas anônimas … E promove uma destruição em massa sem misericórdia.
Um desconhecido grupo terrorista usa poderosas bombas para tentar colocar Nova Yorke sob o domínio do medo. Envia mensagens terríveis para a tenente Eve Dallas, nas quais promete derramar sangue, espalhar o terror e produzir uma destruição em massa para acabar com o “governo corrupto”. E, quando a cruel teia de mentiras e terrorismo ameaça as pessoas que Eve mais ama, ela reage com garra e determinação. É a sua cidade … é o seu trabalho … e os alvos estão cada vez mais perto dela. Agora, numa eletrizante corrida contra o relógio, ela precisa fazer com que todas as peças encaixem … antes que a cidade seja destruída.

Minha opinião:

Eletrizante. A cada novo livro da série, mais intrigante ficam os casos da tenente Eve Dallas.
Agora um grupo terrorista volta a atacar, e o alvo é a cidade de Nova York.
E, entre bombas e lugares explodindo, charadas, manipulação da opinião pública, e a perda de uma colega de farda, a tenente ainda precisa se equilibrar para superar o susto de seu último caso, a chegada de um familiar de sua auxiliar Peabody, seu casamento e sua eterna briga com Summerset … é muita coisa, mas Eve a seu jeito consegue lidar com tudo, o que torna a narrativa intensa como sempre e bem movimentada.
Leitura indicadíssima !

Boa leitura.